Nova bomba normalizada Etanorm: pronta para o futuro!

Desde Janeiro 2013 que as bombas para água têm requisitos legais mínimos para a sua eficiência energética (ErP, ver artigo técnico de Fev. 2013), os quais irão sendo gradualmente incrementados, ao longo do tempo. Pois a Etanorm já hoje cumpre os níveis de eficiência exigidos em 2015 ! Nova Etanorm pronta p futuro_img

A Etanorm foi inicialmente criada em 1936, e já foram vendidas mais de 1,5 milhões de bombas desde então, o que a torna a bomba normalizada mais vendida em todo o mundo ! O enorme sucesso desta bomba deve-se principalmente à elevadíssima quantidade de variantes e gamas de aplicação, bem como às suas excelentes características hidráulicas (elevado rendimento, reduzido NPSH) e fiabilidade.

Mas esta nova melhoria não se limitou à redução dos consumos energéticos, pois também foram maximizadas a sua fiabilidade, a sua versatilidade e a sua facilidade de manutenção.

Não só optimizámos o sistema hidráulico e a eficiência da bomba como, ao rectificarmos o diâmetro do impulsor para o ponto de funcionamento específico do cliente, maximizamos a eficiência possível de ser atingida. Se ainda acrescentarmos o funcionamento com velocidade variável e o inovador motor KSB, modelo SuPremE (IE4), a sua poupança energética pode chegar aos 75% !

Nunca é demais recordar que o aumento da eficiência, fiabilidade e facilidade de manutenção da bomba, além de reduzir as emissões de CO2, também reduz os seus custos energéticos, de exploração e de manutenção !

Fiabilidade operacional

Como a fiabilidade é tão ou mais importante para os utilizadores do que a eficiência energética, a KSB também cuidou de melhorar este aspecto: aumentámos a rigidez do corpo das bombas, que podem agora absorver maiores forças e binários impostos pelas tubagens; reforçamos ainda mais a caixa de rolamentos, para diminuir as vibrações, e optimizámos a tampa do corpo, para melhorar a resistência à variação das condições de funcionamento e aos eventuais sólidos contidos no líquido bombeado.

Se ainda somarmos a excelente performance na aspiração e o reduzido NPSH ao longo de toda a gama de funcionamento, podemos concluir que a nova Etanorm vai ter níveis de desgaste ainda menores, funcionamento ainda mais suave e fiabilidade ainda mais prolongada !

Elevada versatilidade – adapta-se a qualquer situação

Foram criados novos tamanhos de bombas, especialmente nos tamanhos mais pequenos, para permitir melhores performances hidráulicas nesses tamanhos, e uma melhor capacidade de adaptação às gamas de funcionamento de menores caudais.

A maioria dos “antigos” tamanhos foi optimizada em termos hidráulicos, através da utilização do método dos elementos finitos e da dinâmica de fluidos computorizada, posteriormente validados em extensos testes em banco de ensaios.

A câmara da vedação do veio também foi alterada, de modo a torná-la mais compatível com sólidos existentes nos fluidos, como areia, um problema cada vez mais conhecido dos operadores e com o qual a nova Etanorm consegue agora lidar ainda melhor.

E aumentamos a nossa já extensa gama de materiais disponíveis, com o bronze, pois é um material que tem vindo a ganhar a preferência de alguns utilizadores.

Manutenção facilitada

Também a reparação e manutenção da nova Etanorm ficaram agora mais fáceis. Devido, entre outros aspectos, ao aumento do tamanho da câmara de vedação, que permite uma melhor purga, e à ligação por pernos entre a tampa do corpo e a caixa de rolamentos. Esta ligação possui ainda parafusos de aperto, de modo a facilitar o seu desaperto após longos períodos de funcionamento.

Optimização energética – não depende só da bomba

Para além do rendimento, NPSH e de outras performances hidráulicas da bomba, existem outros factores, fundamentais para a optimização energética de uma bomba, como a adaptação (rectificação) do impulsor ao ponto de funcionamento específico, a correcta selecção das bombas e das válvulas para cada instalação, e o dimensionamento das tubagens.

Optimização significa combinar uma detalhada análise do sistema, com uma selecção cuidadosa, um motor de elevada eficiência e um funcionamento que se adapte continuamente às variações das necessidades do sistema.

A KSB, com o seu conceito extremamente abrangente de eficiência energética, e com os seus mais de 140 anos de investigação em todas estas áreas, está em condições de o ajudar neste trabalho!